Biologia & Vida

Concepção de Amizade em Crianças


Desde que nasce o homem está imerso no mundo social, com o qual interage de diferentes maneiras, à medida que se desenvolvem inicia-se o círculo de Amizade. As relações sociais que ele estabelece no decorrer de seu processo evolutivo são inerentes e essenciais à vida humana.

Geralmente, não pensamos muito em nossas relações e muito menos paramos para pensar que as relações de amizade dependem de uma construção.

É por meio de sentimentos tão difíceis de serem demonstrados que nos tornamos humanos, capazes de estabelecer relações com outras pessoas e que nos sentimos “vivos”.  Para que o indivíduo consiga tem um relacionamento é necessário que ele desprenda de seus sentimentos, de suas opiniões e venha a perceber os sentimentos e opiniões dos outros.

Quando solicitadas a dar definições sobre a noção de amizade, as crianças apresentam características comuns: apresentam dificuldade em dar definições, não percebem as relações como independentes do lugar, etc.

 

AMIZADE ENTRE CRIANÇAS

Amizade em Crianças
Amizade em Crianças

1)    Definição de amizade: observar de que forma as crianças definem amizade e quais os critérios utilizados para fazer esta definição.

Dentro desse tópico três categorias são detectadas: a criança identifica o amigo como aquele que respeita as regras estabelecidas pelo grupo (relativas às regras), a criança define como amigas as crianças com as quais tem contato freqüente para realizar atividades momentâneas (proximidade física), para a criança o amigo é aquele para com quem se deve ter atitudes positivas ou por quem se deve fazer algo, no sentido de prestar ajuda.

2)    A questão da distância nas relações de amizade: identificar se as crianças conseguiam ou não ver as relações de amizade como independentes do lugar ou do tempo.
3)    Relações de amizade: se a criança percebe que para ter amigo é necessário ser amigo também.

4)    A centração e a descentração nas relações amistosas: observar o raciocínio da criança no que diz respeito à centração ou descentração nas relações de amizade. A criança é incapaz de perceber outros pontos de vista além do seu (centração); ou a criança é capaz de perceber outros pontos de vista além do seu (descentração).

5)    Sentimentos amistosos: dizem respeito às reações das crianças ao terem que expressar seus sentimentos em relação a um amigo.

 

CONFLITO ENTRE AS CRIANÇAS

O surgimento do conflito se dá quando o sujeito percebe que seus esquemas não são suficientes para resolver um determinado problema, e ao tentar resolvê-lo, reorganiza seus esquemas anteriores ou constrói outros novos para preencher as lacunas deixadas, encontrando assim, um novo estado de equilíbrio.

Algumas vezes, os profissionais da educação deparam com problemas que não podem resolver. Entretanto, sendo este um profissional que atua diretamente com a criança, deve saber reconhecer sua responsabilidade e conhecer as etapas do desenvolvimento infantil, para melhor criar situações que visem à reflexão e à solução de problemas cognitivos, morais ou sociais.

Na maioria das vezes, a educação atual limita o relacionamento entre as crianças e conseqüentemente sua capacidade de desenvolver-se afetiva e socialmente.

Visando a alteração dessa prática, os professores devem enfocar os assuntos referentes ao conhecimento social e à afetividade, elaborando atividades que enfoquem as relações sociais e a expressão dos sentimentos.

Alguns educadores dão respostas prontas aos alunos, quando estes estão em situação de conflito com os amigos. Mas, se o educador age dessa forma é porque acredita que a educação não passa de um processo de transmissão de crenças, valores e costumes.

Portanto, educadores, psicólogos, etc, devem deixar que os alunos encontrem as respostas, para que estes alunos possam resolver os conflitos.

Acredito que educadores, psicólogos, etc, devem proporcionar um ambiente escolar livre de pressões, de atitudes de recompensa ou castigo, oferecendo à criança a oportunidade de interações sociais positivas, de interação com os amigos e da superação do egocentrismo.

               

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *