web analytics

Mito


Publicidade

Conheça o significado do mito e sua origem. A tentativa de definição do conceito de mito não é uma tarefa fácil.

A questão passa pelo enfoque de que o mito reflete uma realidade cultural extremamente complexa que pode ser observada a partir de várias perspectivas.

O mito é uma realidade cultural extremamente complexa, que pode ser abordada e interpretada através de perspectivas múltiplas e complementares.

Na verdade, a narrativa mítica adotou diversos conceitos durante o transcorrer da história, conceitos estes que foram estabelecidos, consoante o pensamento da época vivida e de acordo com os valores e princípios que se pretendiam ressaltar.

Nos tempos de Homero, o mito não era necessariamente falso.  Posteriormente, os trágicos do século V, já passaram a ter uma concepção do mito como uma narrativa falsa.

Como se vê, as mudanças no significado da palavra só refletem as mudanças de atitude em relação a essas histórias.

Mito

Mito

O que não se pode afirmar, contudo, é que o mito tenha desaparecido na sociedade atual.

Embora seu conceito e sua criação estejam estritamente atrelados à Antiguidade Clássica, é certo que os mitos ainda exercem funções na modernidade, seja para compreensão de determinados comportamentos humanos, seja para o desenvolvimento dos estudos acadêmicos.

Assim, compreender a estrutura e a função dos mitos nas sociedades tradicionais não significa apenas elucidar uma etapa da história do pensamento humano, mas também compreender melhor uma categoria dos nossos contemporâneos.

Justifica-se, dessa forma, a necessidade de tentarmos estabelecer conceitos quanto à narrativa mítica.

Primeiramente, deve ser pensado que o mito se trata de uma narrativa, uma forma de comunicação, na qual a linguagem é o veículo fundamental.

Diante desse pressuposto, verifica-se que se o mito depende e está atrelado à linguagem, refletindo exatamente aquilo que se pretende ser, enquanto expressão do pensamento de uma dada sociedade.




 

CONCEPÇÃO DE MITO

Melhor explicando, o mito, assim como em todas as narrativas orais, retrata a concepção da história que será dada do ponto de vista do narrador, moldada de acordo com sua vontade.

Ademais, a palavra, instrumento de transmissão do mito, tem seu significado relacionado com a idéia de preservação, de conservação de algum tipo de informação, retenção nos quadros mentais de muito do que foi produzido pela sociedade.

O mito foi, principalmente para os gregos, a primeira forma de pensar o real, ou de representá-lo, ou seja, o homem querendo explicar e representar os fenômenos naturais, os acontecimentos reais, se valeu dos relatos míticos para tanto.

Ocorre que, anteriormente à mitologia, os homens reparavam sim nos fenômenos da natureza, percebiam a existência da chuva, da maré, da seca, da tempestade, etc. Não realizavam, entretanto, reflexões profundas acerca desses acontecimentos, nem se preocupavam em explicá-los para toda sociedade.

Com a narrativa mítica, passa-se a explicação da origem das coisas, dos animais, do mundo, dos acontecimentos passados pelos quais o homem se converteu no que é hoje – um ser dotado de características próprias, mortal, organizado em sociedade, que busca o trabalho, é movido pela racionalidade e pela fragilidade expressada pelas paixões.

Foi, primeiramente, através dos mitos, que os gregos iniciaram suas observações a respeito das realidades. Passaram a considerar os fenômenos como “deuses”. O trovão inspirava um deus, a chuva outro.

O céu era um deus pai e a terra, uma deusa mãe e os demais seres, seus filhos. Criava, a partir do inconsciente, histórias e aventuras que explicavam de forma poética e profunda o mundo que o rodeava.

Tais histórias foram passadas de geração para geração e adquiriam um certo aspecto religioso, tornando-se mitos ao assumirem um caráter atemporal e eterna, por dizerem respeito aos conflitos e anseios de qualquer ser humano de qualquer tempo ou local.

 

O SIGNIFICADO DE MITO

O mito significa, uma narrativa acerca de como a realidade passou a existir, a partir de um ponto de vista sobrenatural. Mostra-se, portanto, como uma narrativa de uma criação, transpondo para a linguagem dos homens pertencia ao domínio dos Deuses.

Usualmente, a palavra mito é utilizada no sentido “ficção”, relativa a histórias criadas e imaginadas pelos gregos com a finalidade de explicar determinadas realidades.

No entanto, para quem vive o mito, este se apresenta como uma narrativa verdadeira que permanece sustentando a realidade constituída.










Deixe seu Comentário »