web analytics

Babosa – A Cura Silenciosa

     

Dos muitos usos da Babosa, provavelmente o mais conhecido é no tratamento de queimaduras. Sua ação tripla de alívio da dor e anti-séptico e qualidades curativas torna este remédio adequado para queimaduras sérias e até mesmo queimaduras profundas.

Isso faz com que a Babosa seja capaz de reparar alguns dos efeitos nocivos causados pela radiação ultravioleta. O tecido da pele saudável é regenerado com pouca ou nenhuma cicatriz.

A parte externa da folha é lisa e elástica ao toque e no seu interior esta o “Gel”, que é tão altamente usado e apreciado na beleza e saúde. O gel contem uma série de componentes que acelera a taxa de cura em superfícies feridas. Os cientistas descobriram que no Gel da Babosa existe uma mistura diversificada de antibiótico, adstringente, agente coagulante, inibidor da dor, estimulador do crescimento celular e inibidor da cicatriz. A Babosa contém alantoína, proteínas, sais minerais, vitaminas A, B1, B2, B6, C, E, K, e 18 aminoácidos e uma substância chamada Barbaloin que promove a cura da pele avermelhada irritada, esta erva dá o seu alívio calmante, uma refrigeração antibacteriana, antifúngicos e propriedades de reparação ao tecido.

 

A Cura Silenciosa da Babosa

Babosa - A Cura Silenciosa

Babosa – A Cura Silenciosa

Vários problemas de pele, além de queimaduras, também respondem bem ao tratamento com o gel da Babosa, micose e outras doenças fúngicas, cortes infectados, escoriações, mordidas e picadas e coceira na pele.

Para uma pele maravilhosa Aloé Vera é um hidratante e suas propriedades curativas são encontradas no gel mucilaginoso das folhas espessas carnudas que contêm elementos calmantes e emolientes.

A Babosa é uma das mais antigas plantas medicinais na história, e de acordo com a lenda hindu veio diretamente do Jardim do Paraíso. Os antigos assírios, babilônios, egípcios e judeus adotaram esta planta notável com virtudes santas.

Por séculos, foi cercada pelo folclore sobre a sua vasta gama de benefícios e poderes curativos, e merecidamente conhecida como “erva santa”.

Seu uso não se aplica somente para a pele e cabelo, usado internamente proporciona uma cura total no organismo, limpando e fortalecendo contra uma série de problemas de saúde.

Experimente e seguramente jamais se arrependerá.

 

Autor: Antônio Ventura     Em Nutrição & Saúde

Você pode usar este conteúdo no seu website para ajudar a difundir esse conhecimento. Tudo que nós pedimos é que você coloque um link de volta para nós na página onde você está incluindo esse artigo.

Deixe seu Comentário »