web analytics

Benefícios do Azeite de Oliva

     

Não é à toa, que o Azeite de Oliva, foi apelidado pelos mediterrâneos de “Ouro Líquido”. Muita gente já viu ou ouviu falar do Azeite de Oliva. Porém, não tem o hábito de consumo deste importantíssimo óleo.

Obtido através da prensa da azeitona, o Azeite de Oliva é rico em antioxidantes. Mas suas propriedades nutritivas não param por aí: Benéfico para a vesícula biliar e o fígado, estimula a secreção da bílis e a tonicidade dos tecidos.

Importantíssimo ter o Azeite de Oliva incluso na alimentação das crianças, pois ajuda no crescimento e previne a osteoporose, mas infelizmente, doces e guloseimas é o cardápio dos baixinhos. O Azeite de Oliva ainda é recomendado para casos de prisão de ventre, pois tem ação suave. Diferente de laxantes fortes, muitas vezes consumidos mesmo sendo contra-indicados. Ajuda ainda no combate ao colesterol, pois ajuda a dissolver o acúmulo do colesterol no organismo. A concentração de antioxidantes, no Azeite de Oliva, permite a proteção contra agentes exteriores, prevenindo doenças cardiovasculares e câncer.

 

Azeite de Oliva  no combate ao colesterol

Pesquisas recentes, mostram que, o Azeite de Oliva evita o acúmulo da gordura visceral, grande causadora de doenças cardiovasculares e diabete.

Azeite de Oliva

Azeite de Oliva

Ainda impede o depósito de gordura, no abdômen, bem ali, na linha da cintura, afirma cientistas de diversas universidades européias. E recomendam 2 colheres de Azeite de Oliva por dia.

A gordura monoinsaturada, presente no azeite em grande quantidade, além de eliminar o colesterol ruim das artérias, ajuda na dieta, de forma saudável e bastante recomendável.

Os polifenóis do Azeite de Oliva se acumulam no plasma sanguíneo, e assim, os radicais livres que oxidariam o colesterol a ponto dele estacionar nas pareces dos vasos, ficam praticamente fora de ação.

Mais da metade da composição do Azeite de Oliva é gordura monoinsaturada. O Azeite contém ainda, ômega-3 e muitas substâncias antioxidantes, além da vitamina E, que afasta o risco de tumores.

Outra descoberta importante, é que o Azeite de Oliva contém substâncias com efeito bactericida, capazes de eliminar a Helicobacter Pilori, causador da gastrite.

Para os ossos, atua no afastamento da osteoporose, tanto em crianças como adultos.

O Azeite de Oliva deve ser a primeira gordura a ser introduzida na alimentação do bebê, logo que começa a se alimentar, além do leite materno.

Deve-se preferir os azeites extra virgens, com acidez inferior a 0,7%.
O consumo diário do Azeite de Oliva trás grandes benefícios e deve ser inserido em nosso cardápio diário.

Deixe seu Comentário »