web analytics

O que é Epinefrina?


Publicidade

Epinefrina, também conhecida como adrenalina, é um hormônio secretado pela glândula adrenal. É fundamental para gerar uma resposta a situações estressantes ou de emergência.

O hormônio adrenalina é um fluido liberado pela glândula adrenal.
Ela desempenha um importante papel na tentativa do organismo de responder a situações emergenciais.

O hormônio age como um neurotransmissor. A transferência do neurotransmissor regula os sinais entre neurônios e outras células do corpo.

 A resposta de luta ou fuga do corpo é iniciada através da secreção de adrenalina. O sistema nervoso simpático (SNS), uma subdivisão do sistema nervoso autônomo (ANS) é responsável pela geração da resposta.

 

DESCOBERTA DA EPINEFRINA

O que é Epinefrina?

O que é Epinefrina?

Epinefrina foi descoberta por Takamine Jokichi no Japão no ano de 1900. Curiosamente, o mesmo hormônio também foi descoberto pelo seu assistente Keizo Uenaka.

O isolamento e purificação de adrenalina foram realizados por eles, no ano seguinte. As glândulas adrenais de uma vaca foram utilizadas para o processo. Em 1904, Friedrich Stolz produziu a adrenalina artificialmente.

A adrenalina é secretada ou desencadeada em determinadas situações, principalmente no estado de excitação ou stress. A excitação que conduz à secreção de adrenalina pode ser ambos, positivos ou negativos na natureza.

Fatores externos como poluição sonora, ou luzes brilhantes também pode elevar o nível de adrenalina no organismo.




 

CONSEQUÊNCIAS DA SECREÇÃO DE EPINEFRINA

Muitas ações ocorrem após a adrenalina ser liberada no organismo. O fornecimento de oxigênio e glicose para os músculos e o cérebro é aumentado.

Há um aumento no volume de ejeção e o aumento do ritmo cardíaco. A secreção de adrenalina também traz a dilatação de pupilas e constrição das arteríolas presentes na pele.

Aumento do nível de açúcar no sangue é uma das conseqüências da secreção de adrenalina. Também suprime o funcionamento do sistema imunitário.

Noradrenalina, o hormônio semelhante à adrenalina também é liberado quando o nível de stress sobe.

 

REGULAÇÃO DA ADRENALINA

A secreção de adrenalina é totalmente controlada pelo sistema nervoso central. O sistema nervoso simpático e o hormônio adrenocorticotrófico desempenham um papel importante na síntese de epinefrina.

 

USOS DA ADRENALINA

A adrenalina é utilizada em sprays nasais e em diversas terapias. O hormônio pode ser injetado nos músculos, veias e também na coluna vertebral.

O termo “adrenalina” é usado nos Estados Unidos para descrever as pessoas que gostam de atividades estressantes, que liberam de adrenalina. Assim, fazendo atividades estressantes, como esportes de aventura pode se transformar em um vício para essas pessoas.

O hormônio, a adrenalina, é um hormônio importante para o bom funcionamento do nosso corpo. Ele ajuda na luta contra o estresse experimentado pelo corpo e se transforma em sinais do sistema nervoso a agir imediatamente.

Agir rapidamente em situações de emergência só é possível porque o hormônio ajuda na geração de energia na forma de glicose. Assim, depois de estudar os vários aspectos deste hormônio, podemos dizer que a adrenalina é um dos fluidos vitais necessários para a vida.










One comment »

  1. eu ! 29 de outubro de 2010 às 7:17 -


    ta lega –‘

Deixe seu Comentário »