web analytics

Silvio Santos

     

Senor Abravanel, conhecido por todos como Silvio Santos, há muito tempo é convidado de honra em muitas casas, principalmente aos domingos quando apresenta seu programa.

Isso também acontece durante a semana, quando resolve apresentar um programa novo.

Nascido no Rio de Janeiro no dia 12 de dezembro de 1930, tornou-se um grande apresentador, além de administrador de diversas empresas, como Baú da Felicidade, Banco Panamericano, SBT entre outros. Aos 14 anos, Silvio Santos começou a ganhar dinheiro vendendo capas de plástico para título de eleitor. Foi aí que começou o seu império. Sílvio resolveu apostar na carreira de camelô, e na rua onde vendia seu produto, o campeão de venda era o Sr. Augusto, ele vendia quase 200 canetas por hora. Observou que era preciso primeiro atrair a atenção do público, falar do produto, de suas funções e só no fim, falar do preço.

 

Em poucos dias, Silvio vendia mais que o sr. Augusto.

Seus primeiros empregados foram Pedro Borboleta, o sobrinho do falecido Adolpho Bloch, ex-dono da Manchete e seu irmão Léo. Um fingia ser o cliente e o outro ficava atento aos guardas que sempre passavam pelo local.
Várias vezes, Silvio teve sua mercadoria apreendida.

Numa destas vezes, Silvio Santos foi preso mas o diretor de fiscalização da prefeitura notou que Silvio tinha uma boa aparência, falava bem e tinha uma bonita voz. Então, ao invés de levá-lo para a delegacia, entregou a Silvio um cartão para que ele tentasse emprego na Rádio Guanabara.

Silvio SantosCom mais de 300 candidatos Silvio disputou uma vaga. Entre os candidatos estavam Chico Anysio e José Vasconcelos. Silvio ficou com o primeiro lugar. Mas só ficou na rádio um mês. Como camelô ganhava bem mais, e voltou para as ruas.

Somente saiu das ruas quando foi para o exército com 18 anos. Foi ser pára-quedista.

Depois voltou a ser locutor, na Rádio Continental, em Niterói.
Nas travessias para Paquetá, observou que os passageiros formavam fila para beber água do bebedouro. Silvio então fez um acordo com a Antarctica, iria vender cerveja e refrigerante na viagem.

E quem comprava a bebida, recebia uma cartela de bingo. Os prêmios eram bolsas de plástico, jarra e quadro da última ceia.

Silvio se tornou o cliente número 1 da cervejaria no Rio.

E assim Silvio continuou sua vida, vendo boas oportunidades em tudo, inclusive nos problemas e nas dificuldades da vida.

E assim ele faz até hoje como podemos ver no SBT, uma das grandes emissoras deste país e todas as demais empresas dirigidas por este grande homem.

Parabéns Silvio Santos.

Deixe seu Comentário »