Atualidades

Afinal, Pra quem você torce?


Ir ao estádio, torcer para seu time, vibrar, sofrer, gritar “Gol!”, tudo isto é muito emocionante, mas afinal, para quem você torce? O futebol é mesmo uma paixão nacional! Não importa se é cidade grande ou pequena, se é capital ou interior.

Em todo lugar tem uma bola rolando. Tem um time de crianças jogando, nem que seja com uma bola furada e descalços, mas a paixão começa cedo. E acaba tarde, ou nunca se acaba, em cada bar tem um técnico, alguém que sabe a formação exata para o time ganhar o jogo.

O futebol é esta magia, esta festa. Cada um escolhe seu time, veste seu uniforme, pega sua bandeira e vai torcer… mas, afinal, vai torcer para quem? Isto é algo que sempre me deixou intrigado. Eu fico sem entender, para quem as pessoas torcem. Tudo bem, torcem pelo time, mas, quem é o time? Se o próprio jogador, que veste a camisa do time, que ganha um ótimo, que tem muitas vantagens oferecidas, deixa o time quando recebe uma proposta melhor.

O próprio técnico, que é o ‘paizão’ do time (ao menos deveria ser), muda de time quando recebe outra proposta.
Então, o time não são os jogadores? Não é o técnico? Estou torcendo para quem?

 

PRA QUEM VOCÊ TORCE?

Afinal, Pra quem você torce?
Afinal, Pra quem você torce?

De que vale eu ficar gritando o nome dos jogadores, incentivando, apoiando? Quando pagarem a ele um salário melhor, ele vai receber o apoio e carinho dos torcedores de outro time. E vai ter com estes outros torcedores, uma ótima relação!

E eu? Vou torcer para quem? E as vezes que chegamos até mesmo a defender um jogador, um goleiro, entre os amigos? Quantas vezes, em família, ou no trabalho ou entre amigos, defendemos nosso time, nossos jogadores, nosso goleiro, nosso técnico.

E quando eles nos abandonam, o que fazemos? Deveríamos ir com eles para o outro time?
Pensando bem, se eu sou o único fiel ao time, eu sim, merecia receber um salário. Que não fosse um salário como é o dos jogadores, mas ao menos 1 salário.

E outra coisa, eu que sou tão fiel ao time, talvez o único fiel, não deveria pagar ingresso. Se o time é tão bem patrocinado, e este patrocínio paga tão bem os jogadores que mais cedo ou mais tarde abandonarão o time, eu deveria ter uma porcentagem do patrocínio do time.

Já imaginaram um jogo, sem 1 torcedor sequer? O que seria do time, se não fosse o torcedor?
Vou repensar meu modo de torcer. Não sei se vale a pena brigar com amigos por pessoas que não são fiéis ao time, como eu sou.

E eu nem sei a quem estou sendo fiel, pelo que estou vendo, um time não é os jogadores, não é o goleiro, não é o técnico. O time deveria ser então os torcedores.

Mas não são, porque, se assim fosse, os torcedores donos do time, não precisariam pagar para ver seu próprio time jogar.
Vai ver o time é uma empresa, que está deixando seus donos cada vez mais ricos.

Vai ver eu não estou torcendo, e sim, trabalhando de graça. Até mesmo pagando para trabalhar, pagando para torcer, pagando para incentivar o time, pagando para gritar o nome do time, pagando para cantar o  hino do time.

               

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *