Atualidades

Fumar para sofrer e morrer


São quase 5.000 substâncias tóxicas presentes no cigarro. Quem gosta de  fumar sabe o que faz, e não faz sozinho, se mata e prejudica quem está do seu lado. Felizmente a lei tem favorecido o não fumante, mas estamos longe do dia que nos veremos livres deste veneno.

O governo, eu não sei porque, faz propaganda contra. Se não proibe é porque não tem nada conta. O fumo deixa as unhas e dentes amarelados. Sem mencionar o mal cheiro que o fumante fica durante todo o tempo.

Tente almoçar perto de um fumante. E a pessoa faz questão, de acender outro e mais outro cigarro e continuar nesta imundice, nesta sujeira. Os problemas de respiração é um dos mais sofridos, causados pelo cigarro. Quem sofre com “falta de ar” sabe a que me refiro. Bronquite crônica, enfisema e o câncer de pulmão. 90% dos casos de câncer no pulmão está ligado ao fumo.

O fumante deveria passar um dia no hospital, cuidando de uma pessoa neste quadro clínico. E no final do dia ser informado que aquela situação vivenciada por ele durante todo o dia, acontecerá com ele, é seu futuro.

 

EVITE FUMAR , EVITE SOFRER E MORRER

Fumar para sofrer e morrer
Fumar para sofrer e morrer

Outro problema grave, enfrentado pelos fumantes é o derrame cerebral. Se a pessoa morre na hora, até que não sofre, mas se a pessoa não morre mas fica com alguma sequela, vai saber o que é sofrer. Paralítica de uma parte do corpo vai ter sua vida completamente comprometida.

A nicotina faz a pressão arterial subir. Provoca um ataque cardíaco. Aumenta a acidez no estômago, que se resultam em úlceras gástricas.

E o problema é que não são somente eles que entram nessa roubada. Junto com eles levam os filhos, ou pais, ou amigos, ou colegas de trabalho, enfim, pessoas que nunca fumaram.

O absurdo é tão grande que, mulheres grávidas fumam, ignorando completamente a vida de seu próprio filho e os males que fumo vai trazer àquela criança. Seu próprio filho e a mãe continua a fumar.

Enquanto goza de saúde o fumante até brinca com seu vício. Mas quando o problema surge, a brincadeira perde a graça. Começa pelo cansaço. O fumante mal consegue caminhar um quarteirão, jogar uma bola, ou mesmo subir uma escada.

A pessoa já sente os primeiros sintomas, vê o quanto está se prejudicando, mas continua no vício, se destruindo.

A força de vontade é a maior aliada neste momento, para parar de fumar. Nem digo que é a informação, porque hoje em dia qualquer um sabe do mal causado pelo fumo e ainda assim continuam a fumar.

Talvez o acomodamento, já que no presente goza de saúde, no futuro quando surgir um problema, verá o que fazer. Talvez até pare de fumar, mas aí é tarde.

Pena que não acabem somente com suas vidas, não fumantes respiram esse veneno a todo instante, seja em casa, no trabalho, nas ruas…

Mas tudo bem, a indústria do veneno paga imposto. Muito imposto. É o assassinato legalizado.

               

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *