Biologia & Vida

Anatomia da Garganta


A anatomia das veias do pescoço abrange artérias, nervos, laringe, glândula tireoide  coluna cervical e outras estruturas musculares, vamos ver a Garganta. Pescoço é a parte do corpo que separa a cabeça do resto do corpo.

Os principais componentes presentes no pescoço são as veias jugulares, artérias carótidas, nervos, parte do esôfago, cordas vocais ou na laringe, cervical (que inclui medula espinhal) e esternocleidomastoideo.

As veias jugulares compreendem veias internas e externas. A veia jugular interior recebe o sangue do rosto, cabeça e pescoço, e, a veia jugular externa coleta de sangue do crânio, os tecidos profundos da face. A veia jugular externa consiste na veia externa anterior ou posterior externo. O ex-drena sangue do maxilar inferior e caixa de voz, enquanto a última coleta sangue na parte de trás do pescoço. As artérias carótidas distribuem sangue à cabeça e pescoço.

Existem duas grandes artérias carótidas que se estendem de cada lado do pescoço (garganta). A artéria carótida esquerda se origina do arco da aorta, enquanto a direita se origina do tronco braquiocefálico.

 

PARTES DA GARGANTA

Anatomia da Garganta
Anatomia da Garganta

Cada uma dessas artérias carótidas é categorizada em internas e externas da artéria carótida. Os nervos na parte do pescoço são os nervos cranianos e nervos cervicais. A faringe, laringe, traquéia e esôfago são referidos coletivamente como a coluna visceral.

O osso presente no pescoço é referido como espinha cervical. Origina-se logo abaixo do crânio e é composto por sete vértebras e oito pares de nervos. As sete vértebras são simbolizadas como C1, C2, C3, C4, C5, C6 e C7.

Discos cartilaginosos estão presentes entre duas vértebras. A coluna cervical do pescoço é comparativamente menor do que outras vértebras da coluna vertebral. De cima para baixo, é ligeiramente curvada em forma convexa.

A coluna cervical é responsável pelo movimento da cabeça, proteção do crânio e da medula espinhal e apoiar os músculos e ligamentos do pescoço. Ela também ajuda no apoio dos vasos sanguíneos e nervos localizados no pescoço.

 

ESTRUTURA DOA GARGANTA

Os músculos do pescoço e estruturas são altamente complexos, por conseguinte, para melhor compreensão, eles são divididos em componentes triangular. O músculo digástrico estende da mastóide (posterior à orelha externa), se junta ao osso (osso hióide na base da língua) e sobe para a mandíbula.

O músculo esternocleidomastóideo grande, que é anexado ao processo mastóide do osso temporal, divide o pescoço em dois triângulos grandes, ou seja, o triângulo anterior e posterior.

O triângulo posterior é altamente muscular em comparação com o anterior. É cercado por trapézio (posterior), esternocleidomastóideo (anterior) e clavícula (inferior). O triângulo posterior é de dois tipos de triângulo supraclavicular e occipital.

A maioria dos nervos cervicais se origina a partir deste triângulo posterior. O triângulo anterior, por outro lado, é cercado por mandíbula (superior), mediana (medial) e esternocleidomastóideo (lateral). É composto por estruturas vitais e é dividido em quatro triângulos, ou seja, muscular, carótidas, triângulo submentoniana e submandibular.

O nervo espinhal passa através do esternocleidomastóideo e trapézio, e é responsável pela transmissão de impulsos nervosos de ambos os músculos.

Além disso, alguns dos aspectos mais importantes da anatomia da garganta são a glândula tireóide, glândula paratireóide, osso hióide e a maçã de Adão (mais proeminentes nos machos adultos do sexo feminino).

               

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *