Biologia & Vida

Meiose


Meiose é o tipo de divisão celular pelo qual as células germinativas (óvulos e espermatozóides) são produzidas.

A meiose envolve uma redução na quantidade de material genético. É um processo de divisão reducional em que o número de cromossomos por célula é cortado na metade.

Em animais, a meiose resulta sempre na formação de gametas, enquanto em outros organismos pode dar origem a esporos. Tal como acontece com a mitose antes da meiose começar, o DNA da célula original é replicado durante a fase-S do ciclo celular.

Duas divisões celulares separam os cromossomos replicados em quatro células haplóides- gametas ou esporos. A meiose é fundamental para a reprodução sexual e, portanto, ocorre em todos os eucariontes (organismos unicelulares, incluindo único) que se reproduzem sexualmente. Alguns eucariontes perderam a capacidade de realizar meiose e adquiriram a capacidade de se reproduzir por partenogênese.

Meiose, não ocorre em bactérias, que se reproduzem através de processos assexuados como fissão binária.

 

Meiose
Meiose

Durante a meiose, o genoma de um diplóide das células germinativas, que é composto de longos segmentos de DNA, passa a replicação do DNA seguida de dois ciclos de divisão, resultando em quatro células haplóides.

Cada uma destas células contém um conjunto completo de cromossomos, ou metade do conteúdo genético da célula original.

Se a meiose produz gametas, as células do fusível deve durante a fertilização criar uma nova célula diplóide, ou zigoto, antes de qualquer novo crescimento ocorrer. Assim, o mecanismo de divisão da meiose é um processo recíproco para a união de dois genomas, que ocorre no momento da fertilização.

Em todas as plantas, e em protistas, os resultados da meiose na formação das células haplóides podem dividir-se vegetativamente sem sofrer fecundação, referido como esporos. Nesses grupos, os gametas são produzidos por mitose.

A meiose usa muitos dos mesmos mecanismos bioquímicos empregados durante a mitose para realizar a redistribuição dos cromossomos. Existem várias características únicas para a meiose, sendo os mais importantes o emparelhamento e recombinação entre cromossomos homólogos.

A meiose compreende duas divisões nucleares sucessivas com apenas uma rodada de replicação do DNA.

 

QUATRO ESTÁGIOS PODEM SER DESCRITOS PARA CADA DIVISÃO NUCLEAR.

•    Interfase: Antes de começar a meiose, o material genético é duplicado.

 

PRIMEIRA DIVISÃO DA MEIOSE

Prófase 1: cromatina condensada é duplicado. Cada cromossomo é constituído de dois, estreitamente associado a cromátides irmãs. Crossing-over pode ocorrer durante a última parte desta fase.
Metáfase 1: cromossomos homólogos alinham na placa equatorial.
Anáfase 1: pares homólogos separados com cromátides irmãs.
Telófase 1: duas células-filhas são formadas com cada filha, contendo apenas um cromossomo do par homólogo.

 

SEGUNDA DIVISÃO DA MEIOSE: A FORMAÇÃO DOS GAMETAS

o    Prófase 2: DNA não se replica.
o    Metáfase 2: Os cromossomos alinham na placa equatorial.
o    Anáfase 2: centrómeros dividem e as cromátides irmãs migram separadamente para cada pólo.
o    Telófase 2: A divisão celular é completada. Quatro células-filhas haplóides são obtidas.

Uma célula-mãe produz quatro células-filhas. Células-filhas têm metade do número de cromossomos encontrados na célula-mãe original e com crossing over, são geneticamente diferentes.

A meiose difere da mitose principalmente porque existem duas divisões celulares na meiose, resultando em células com um número haplóide de cromossomos.

               

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *