Biologia & Vida

Nucléolo


O nucléolo é uma importante organela das células eucarióticas. As diferentes funções do nucléolo são alistadas no artigo seguinte.

Mais pesquisas sobre a função e a estrutura do nucléolo revelariam fatos bem interessantes sobre esta importante organela celular. O nucléolo é um dos principais componentes do núcleo. Cadeias de RNAs formam vários DNAs os componentes estruturais do componente da célula.

Ele é composto de componentes granular e fibrilar. Os componentes fibrilares são classificados em centros fibrilares e componentes fibrilares densos.

Esse tipo de organização estrutural do nucléolo é encontrado em células eucarióticas. Os principais componentes do nucléolo são o ácido ribonucléico (RNA), ácido desoxirribonucléico (DNA) e proteínas. A função do nucléolo e da estrutura pode ser compreendida com a ajuda das informações fornecidas abaixo.

 

ESTRUTURA DO NUCLÉOLO

Nucléolo
Nucléolo

A organização complexa que é vista em nucléolos evoluiu durante a fase de transição, quando anamniotes.

O anamniotes são os vertebrados que não possuem âmnio e que botam ovos na água.

Amniotas são os organismos vivos (répteis, aves, etc.), que põem ovos que são adaptados a ambientes terrestres. Nesta fase de transição, a região intergênica rDNA viu uma quantidade considerável de origem.

A separação do componente fibrilar original ocorreu durante esta fase e CF (centro fibrilar) e CFD (componentes fibrilares densos) foram formados.

 

QUAL É A FUNÇÃO DO NUCLÉOLO?

A principal função do nucléolo é a produção de subunidades que formam os ribossomos. Os ribossomos são conhecidos para produzir / fabricar proteínas e, portanto, o nucléolo desempenha um papel indireto na síntese de proteínas.

Fora da produção total de RNA que ocorre nas células, o nucléolo está envolvido em 50% da síntese de RNA. Esta funcionalidade do nucléolo é atribuída a centenas de r-genes.

 

SUBUNIDADES RIBOSSOMAIS

A montagem das subunidades ribossomais ocorre da seguinte maneira. Transcrição da molécula precursora rRNA do DNA ocorre no nucléolo. Esta molécula precursora longa rRNA é processada e 3 RNAs maduros são formados.

O próximo passo após a formação de RNAs maduros a realização das embalagens. Estes RNAs são embalados com certas formas específicas de proteínas e, finalmente, as unidades ribossomais são formadas. Estas unidades ribossomais podem variar de tamanho.

O processo de tradução requer subunidades ribossomais como matéria-prima. As subunidades que os ribossomos são montados e começam a ser transportados para o citoplasma da célula, ou seja, fora do nucléolo e, em seguida, participam no processo de tradução (síntese protéica).

 

BIOGÊNESE DO mRNA

Os nucléolos são conhecidos por desempenhar um papel importante na biogênese do mRNA. O núcleo também está envolvido no metabolismo de RNA.

Eventos como a telomerase RNP e montagem da partícula de reconhecimento do sinal são conhecidos por serem importantes. Nucléolo também está envolvido nesses eventos de montagem RNP.

 

REGIÃO DO NUCLÉOLO

O NOR é a região na qual a formação do nucléolo ocorre em torno de cromossomos. Depois da divisão do núcleo, essa região fica associada ao núcleo. Várias cópias de genes de RNAs ribossomais estão contidas nesta área.

As diferentes funções de nucléolo são explicadas no artigo acima. A estrutura e o funcionamento do nucléolo são muito mais complicados do que aquilo que foi estudado até agora.

Esforços estão sendo feitos para estudar o trabalho de nucléolos em um nível molecular. Isso ajudaria a compreender mais sobre as macromoléculas envolvidas em diferentes funções. O artigo acima, portanto, apresenta um breve relato das diferentes funções do nucléolo.

               

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *