web analytics

Hanseníase como se transmite

     

A hanseníase é uma doença infecciosa complexa que é causada por bactérias. É também conhecida como doença de Hansen (Lepra).

HISTÓRIA DA HANSENÍASE

Embora a hanseníase tenha sido reconhecida como uma doença por vários milhares de anos, o Dr. Gerhard Armauer Hansen, um cientista norueguês, primeiro descobriram a causa da lepra em 1873.Um progresso considerável tem sido feito nos últimos 40 anos, de modo que hoje as maiorias dos casos podem ser tratadas sem muita dificuldade.

A doença pode ocorrer em qualquer idade, mas os casos de hanseníase, com idade inferior a 1 ano são raros. Até 20 por cento dos casos ocorrem antes dos 10 anos de idade. Em crianças, a doença ocorre igualmente em machos e fêmeas. Em adultos, é duas vezes mais comum no sexo masculino como feminino.

 

QUAL A CAUSA DA HANSENÍASE?

A causa da lepra é uma infecção com a bactéria Mycobacterium leprae.

Mycobacterium leprae são parte do Mycobacteriaceae família. Esta é a mesma família, das bactérias que causam a tuberculose (Mycobacterium tuberculosis).

Mycobacterium leprae crescem lentamente e, principalmente, afetam a pele, nervos e membranas mucosas.

 

FORMAS DE HANSENÍASE

Hanseníase como se transmite

Hanseníase como se transmite

Existe uma forma limitada chamada de lepra tuberculoide ou paucibacilares (poucos bacilos) e de uma forma mais generalizada chamado multibacilares (muitos bacilos).


COMO É TRANSMITIDA?

Apesar da primeira descoberta de Mycobacterium leprae em 1873, os cientistas ainda não descobriram completamente a forma como a doença se espalha.

A maioria dos cientistas acredita que se espalha de pessoa para pessoa através de gotículas respiratórias infectadas.

Embora isso possa ser um modo de transmissão, mais da metade das pessoas que desenvolvem a hanseníase não tem nenhum contato confirmado com uma pessoa infectada.

Outros fatores que podem desempenhar um papel importante de uma pessoa desenvolver a condição incluem:

* Genética.
* O grau de exposição.
* As condições ambientais.

 

PERÍODO DE INCUBAÇÃO

Quando uma pessoa é infectada com a bactéria que causa a doença, as bactérias começam a se multiplicar no corpo. Depois de três a cinco anos, os sintomas podem começar.

Esse período entre a infecção e o início dos sintomas é chamado de “período de incubação da lepra”. Embora o período de incubação da hanseníase seja geralmente entre três e cinco anos, pode variar de seis meses a várias décadas.










 

Hanseníase como se transmite 2

Hanseníase como se transmite 2

        SINTOMAS DA HANSENÍASE

A hanseníase geralmente afeta a pele e os nervos periféricos. No entanto, quando uma pessoa começa a experimentar sintomas, eles podem variar em tipo e gravidade.

Os sintomas também variam de acordo com a forma de hanseníase que uma pessoa tem.

         

 FAZER UM DIAGNÓSTICO

A fim de fazer um diagnóstico, o médico irá fazer uma série de perguntas e realizar um exame físico, olhando para a pele e outras partes do corpo onde há sinais da hanseníase.

Se o médico tem uma alta suspeita de que uma pessoa tem a condição, provavelmente irá recomendar uma biópsia da pele.

Porque a lepra assemelha-se a outras doenças de pele, o diagnóstico é muitas vezes adiado.

 

COMO É TRATADA?

Historicamente, não há cura para a lepra, e os leprosos foram segregados por longos períodos de tempo. Hoje, a maioria das pessoas com a doença são tratadas em casa e facilmente curadas com antibióticos.

Além disso, com o diagnóstico precoce e tratamento, muitos sintomas e complicações podem ser minimizados ou evitados.

O tratamento envolve medicamentos juntamente com cuidados de suporte. O tratamento de suporte é o tratamento dos sintomas da hanseníase e suas complicações. O tempo de uma pessoa é irá variar dependendo da forma da doença que uma pessoa tem.

O tratamento geralmente continua por um ano para a forma tuberculóide e dois anos para a forma lepromatosa.

 

COMPLICAÇÕES

A hanseníase é possivelmente a causa mais comum de uma paralisação nas mãos.

 

 OUTRAS COMPLICAÇÕES PODEM INCLUIR:

* A perda dos dedos das mãos ou dos pés após uma lesão ou uma infecção.

* Um aumento do risco de artrite e amiloidose.

Em todo o mundo, um a dois milhões de pessoas estão permanentemente incapacitadas pela doença.

 

PREVENÇÃO

Porque a lepra pode ser curada com medicamentos, um diagnóstico precoce, muitas vezes reduz os sintomas e complicações. Portanto, não enquanto a prevenção é sempre possível, especialmente onde a hanseníase é endêmica, o controle deve ser possível.

 

ESTATÍSTICAS SOBRE A HANSENÍASE

Estatísticas de 2002 incluem:

* O número de casos novos de hanseníase detectados em todo o mundo eram 763.917.
* A Organização Mundial da Saúde (OMS) lista o Brasil, Madagáscar, Moçambique, Tanzânia e Nepal como tendo 90 por cento dos casos de hanseníase naquele ano.





2 Comments »

  1. antonionventura 11 de agosto de 2011 às 16:04 -


    Esperança.

    A Hanseníase, tem tratamento e tem cura.
    Em todos os casos de tratamentos a limentação equilibrada e balanceada é recomendada.

    O médico que acompanha o caso informará sobre a fisioterapia, se sim ou não.

  2. Esperança Rodrigues Lõ 4 de agosto de 2011 às 13:00 -


    Uma pessoa com Hanseníase deve fazer fisioterapia.
    que tipo de alimentação seria o melhor para essa pessoa?

Deixe seu Comentário »