web analytics

Tuberculose e gravidez cuidados fundamentais


Publicidade

A tuberculose durante a gestação como cuidar para um parto feliz. Para uma mulher grávida há maior risco (tanto para ela como para o feto) se não tratar a tuberculose (TB).

TESTES PARA A TUBERCULOSE DURANTE A GRAVIDEZ

O tratamento da tuberculose em mulheres grávidas deve ser iniciado sempre que a possibilidade de TB seja moderada a alta. Embora as drogas usadas no tratamento da TB atravessem a placenta, eles não parecem ter efeitos nocivos sobre o feto.

 Recém-nascidos de mulheres com tuberculose não tratada, podem ser de menor peso do que aqueles nascidos de mulheres sem TB, e pode também ser carregado com TB. Teste cutâneo para a tuberculose é considerado seguro durante toda a gravidez. Entretanto, o teste de sangue TB não foi avaliado para o diagnóstico de infecção por tuberculose em mulheres grávidas.

 

TRATAMENTO DURANTE A GRAVIDEZ

Tuberculose e gravidez cuidados fundamentais

Tuberculose e gravidez cuidados fundamentais

Para uma mulher grávida com suspeita de tuberculose latente, isoniazida (INH), administrada diariamente ou duas vezes por semana durante nove meses é o regime preferencial. As mulheres que tomam INH deve também ter piridoxina (vitamina B6) de suplementação.




As mulheres grávidas com tuberculose ativa devem iniciar o tratamento logo que a TB é suspeita. O regime de tratamento preferencial inicial é INH, rifampicina (R) e etambutol diariamente por 2 meses, seguido de isoniazida e rifampicina diariamente, ou duas vezes por semana, durante 7 meses, para um total de 9 meses de tratamento.

Estreptomicina não deve ser usada porque foi mostrado para ter efeitos nocivos sobre o feto. Na maioria dos casos, pirazinamida (PZA) não é recomendado porque seu efeito sobre o feto é desconhecido.

 

HIV MULHERES INFECTADAS PELO HIV

Gestantes infectadas pelo HIV que estão com suspeita de TB devem ser tratadas sem demora. Regimes de tratamento para TB-HIV em mulheres grávidas infectadas devem incluir rifamicina.

Embora o uso rotineiro da pirazinamida durante a gravidez não seja recomendado, os benefícios de um tratamento da TB, que inclui PZA para o HIV de mulheres grávidas infectadas superam os riscos potenciais para o feto.

 

OS MEDICAMENTOS DA TUBERCULOSE QUE SE SEGUE NÃO SÃO RECOMENDADOS EM CASOS DE MULHERES GRÁVIDAS.

* Estreptomicina.
* Canamicina.
* Amicacina.
* Capreomicina.
* Fluoroquinolonas.

As mulheres que estão sendo tratados para tuberculose resistente aos medicamentos devem receber aconselhamento sobre o risco para o feto, devido aos riscos conhecidos e desconhecidos da segunda linha de medicamentos para a tuberculose.










4 Comments »

  1. Amanda 4 de abril de 2017 às 14:28 -


    Eu estou grávida mas descobri depois de fazer muitos exames que prejudica o feto e tomei um desses remédios, o que posso fazer?

  2. jessica 6 de janeiro de 2017 às 4:42 -


    queria saber se eu que estou fazendo o tratamento de tuberculose tenho mais dificuldade de engravidar.

  3. Karina Demétrio Ramos 27 de dezembro de 2013 às 8:51 -


    Muito obrigada pelas informações.

  4. ANDRE CABAMBA MULENDA 15 de abril de 2011 às 6:11 -

    Obrigado!!

    Estou com muito prazer porque encontrei informações muito preciosas.

    André

Deixe seu Comentário »