Nutrição & Saúde

Virtudes Milagrosas da Babosa


Vamos conhecer as Virtudes Milagrosas da Babosa: Deus criou a natureza com sabedoria infinita e dotou-a de tudo aquilo que o homem precisava para ter uma vida feliz e tranquila, mas a ganância e ignorância humanas subvertem essa situação.

Voltemo-nos, pois, para a natureza, e sirvamo-nos de tudo o que ela, generosamente, nos oferece, para o bem de todos os nossos semelhantes, louvando o Senhor pela beleza de Sua criação, agradecendo tudo o que Ele, na Sua Bondade, nos ofereceu.

Ela cura e previne quase todas as doenças, renovando todo o sistema imunológico. Num grande percentual, os casos de câncer tem cura. Como? Usando os podêres curativos de uma planta muito comum entre nós: O Aloe Barbadensis, também conhecido por Aloe Vera, vulgarmente designado “babosa”, por deitar uma baba, ou “aloés”. Sua floração dá-se no inverno, e suas flôres são de coloração vermelha e/ou amarela.

 

O Câncer tem cura?

Preparando a Babosa:

 

São os seguintes os ingredientes:

– Meio quilo (1/2 Kg.) de Mel puro.
– Três (03) a quatro (04) colheres das de sôpa de   aguardente, conhaque ou whisky.
– Duas folhas das médio-grandes, ou três das pequenas, da babosa.

 

Como fazer?

Lavar bem as folhas, retirar os espinhos, e cortar essas folhas em diversos pedaços. Deitar esses pedaços num triturador e deixar bater até desfazer os pedaços das folhas, até que todo o conteúdo tenha a consistência de uma papinha.Juntar os outros ingredientes num copo largo ou vasilha semelhante.

Por a “varinha mágica” em ação.O remédio está pronto. Não é necessário guardá-lo em geladeira, mas é adequado resguardá-lo da luz. O ideal seria armazená-lo num vidro escuro, bem fechado, em local ao abrigo da luz, sêco e fresco.

 

Que cuidados se deve ter?

– As folhas devem ser retiradas de plantas com mais de quatro (04) anos de  idade.
– Não se deve utilizar as folhas muito novas (muito de cima), nem as muito velhas (mais de fora).
– As folhas ideais são as do meio, de idade intermediária.
– As folhas devem ser colhidas antes do nascer do sol, ou depois dele se pôr, uma vez que a luz solar, após sua recolha, lhes retira propriedades benéficas.
– Procurar plantas que não estejam muito próximas de meios poluídos, pois elas absorvem as toxinas.
– Se as tiver em casa, evite o contato delas com a fumaça do tabaco.

 

Como usar a Babosa?

Tomar uma (01) colher das de sopa entre quinze (15) e trinta (30) minutos antes de cada refeição (café-da-manhã, almoço e jantar).
Deve-se agitar o líquido antes de tomar.

 

Como preventivo:

Virtudes Milagrosas da Babosa
Virtudes Milagrosas da Babosa

Tomar uma (01) dose completa uma (01) vez por ano, e/ou quando surgirem problemas de saúde, tais como gripe, resfriado, etc. Nesses casos, tomar durante quatro (04) ou cinco (05) dias.

Se, durante o tratamento, preventivo ou não, surgirem condições anormais (como vômitos, diarréias, pruridos, abcessos – nesse caso, coloque a folha da babosa cortada ao meio sobre o abcesso

– urina escura ou aparentando conter sangue, ou ainda outros sintomas), isso não deve ser motivo de preocupação – pelo contrário, aliás.Essas ocorrências devem ser motivo de satisfação, pois é sinal de que o organismo está eliminando o mal, as toxinas.

Não é conveniente, nessa fase, interromper o tratamento.

 


 No caso de se ter câncer:

Tomar uma (01) dose completa (o vidro todo), voltando, posteriormente a isso, a fazer os exames médicos, para verificar se houve cura, se a doença estacionou ou se continua a evoluir.

Nesse último caso, de a evolução do câncer continuar, para ajudar a barrar o progresso da enfermidade, e para que o tratamento tenha os melhores resultados, é conveniente durante o período em que se consome o remédio que aquí é ensinado, abster-se de:
– carnes de qualquer espécie (bovinos, equinos, caprinos, ovinos, suínos, aves, peixes, répteis, anfíbios, insetos, moluscos, crustáceos, batráquios. Não consumir nenhum tipo!).

– ovos de qualquer espécie.
– leite de qualquer tipo.
– derivados do leite (queijo, manteiga, nata, soro  etc.)
– gorduras de origem animal.

Se após a primeira dose completa, estiver totalmente curado, pode interromper o tratamento. No caso do doença persistir, quer estacionada, quer em evolução, continuar o tratamento com intervalos, entre as doses completas, com intervalos entre sete (07) a dez (10) dias.

Se a doença se mantiver, a partir do terceiro (3º) tratamento completo, deve-se duplicar a dose, ou seja:em vez de tomar uma (01) colher das de sopa três (03) vezes por dia, tomar duas (02) colheres das de sopa de cada vez.

Segundo os dados colhidos entre inúmeras curas já realizadas, é possível concluir o seguinte:

  1. – Câncer de fígado – cura fácil.
  2. – Câncer da próstata – cura relativamente fácil.
  3. – Câncer da mama – cura relativamente fácil.
  4. – Câncer nos ovários – cura relativamente fácil.
  5. – Câncer no útero – cura relativamente fácil.
  6. – Leucemia – cura relativamente fácil.
  7. – Câncer no pulmão – cura mais difícil.
  8. – Linfoma.
  9. – a cura mais difícil de todos os tipos de cânceres (mas houve casos de cura).

Outras doenças curáveis: doenças de pele em geral (inclusive cânceres de pele, como carcinoma e melanoma, por exemplo, e doenças como vitiligo, psoríase, erisipela, etc.), reumatismo, artrite e úlceras.

A babosa também pode ser utilizada no tratamento de calos, pequenas afecções da boca, queimaduras (inclusive térmicas, radioqueimaduras, de raio-x e nucleares em geral), feridas, hemorróidas, varizes, caspa, dermatites, etc.

Para isso, basta aplicar a polpa da folha, ou o suco obtido, sobre a parte afetada.No caso de hemorróidas, por exemplo, pode-se embeber um chumaço de algodão no suco das folhas e aplicá-lo assim no local.

Há quem prefira assar as folhas e as esfregar, ainda quentes, sobre as zonas afetadas por dores reumáticas, obtendo, assim resultados muito positivos.

(Resumo das conferências proferidas por Frei Romano Zago, Sacerdote Franciscano, sobre o tema, em Portugal, nas localidades de  Odivelas, S.João de Brito (Lisboa), Coimbra e Porto).

 

Edição: Antônio Ventura.

Você pode usar este conteúdo no seu website para ajudar a difundir esse conhecimento. Tudo que nós pedimos é que você coloque um link de volta para nós na página onde você está incluindo esse artigo.

               

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *